domingo, 22 de janeiro de 2012

Querida Vicky

Pessoal! 
Hoje venho aqui contar o que aconteceu com a nossa SRD querida, 
a sapequinha Vicky e também fazer um alerta. 


Ontem a Vicky começou a latir muito e percebemos algo estranho, quando vimos ela estava "brincando" com um sapo, pegou e jogou pra cima. Só que o sapo nessa "brincadeira" se defendeu jogando veneno na cachorra. 
Nos minutos seguintes ela começou a espumar e ter convulsões. Levamos imediatamente para a clínica veterinária e lá ela tomou vários medicamentos, entrou no oxigênio, ficou sendo monitorada por toda a madrugada. O mais interessante é que a cada familiar que chegava, (sim, a família dela estava lá dando força e apoio), parecia que ela estava nos escutando, os batimentos aumentavam e era nítida a vontade de reagir e de viver! Foi uma batalha e tanto! Nunca pensei passar uma madrugada de sábado a noite em um pet e tudo por causa de um sapo! Ela ficou entre a vida e a morte. Pouco a pouco ela começou a melhorar, começou a expelir o veneno e assim, gradativamente foi melhorando. 
O veterinário achou que ela fosse ficar internada até segunda, mas hoje de manhã ele ligou e disse que podíamos ir buscá-la! Alegria geral em casa! Graças a Deus e a São Francisco de Assis ela está em casa! Ufa! 

Alerta: Em São Paulo, mais precisamente na zona Sul, está tendo uma infestação de sapo, e como diz a reportagem do Jornal da Tarde

o anfíbio está se tornando uma verdadeira praga na região, que está repleta deles.

durante à noite e quando chove, a situação fica desesperadora.

A área 'invadida' é de proteção a manancial e sempre contou com a presença dos animais. Entretanto, os moradores dizem que nas últimas semanas a situação vem se agravando. 'É comum encontrar sapos atropelados na rua, pois, como estão em todo lugar, muitos carros acabam passando por cima', 

São dois tipos diferentes de sapos que costumam 'visitar' os moradores. 'A maioria é bem grande e marrom, outros são menores e verdes'.

No caso da Vicky foi um sapo grande e marrom. 

Segundo técnicos da Subprefeitura da Capela do Socorro e da Secretaria do Verde e Meio Ambiente, o aumento pode ter relação com o período de procriação dos sapos do viveiro, que servem de alimento às aves que nele habitam. Os dois órgãos acreditam que a situação será normalizada após o período. Enquanto isso, os animais continuam incomodando. 'Eles entram nas piscinas, nos canos, nas residências, sujam os quintais com fezes, se escondem em gavetas e acumulam-se nas ruas... 

Tomem muito cuidado com os seus animais de estimação! 
Eles são jóias raras e valiosas que nós amamos muito 
e temos sempre que zelar pela segurança deles! 
E como diz a propaganda da pedigree: 
Cachorro é tudo de bom!

 

0 comentários:

Postar um comentário